ANTENA DO POP - Diariamente o melhor do mundo POP, GEEK e NERD!
Shadow

Médico disseca a morte de Glenn de Steven Yeun em detalhes excruciantes

Resumo

  • A morte de Glenn em Mortos-vivos continua sendo um momento assustador e inesquecível para os fãs devido à sua representação gráfica e impacto emocional.
  • Um vídeo recente do médico do pronto-socorro Dr. Jordan Wagner analisa a precisão médica da cena da morte de Glenn, destacando os possíveis ferimentos e traumas envolvidos.
  • A controvérsia em torno da morte de Glenn decorre de sua rapidez, natureza gráfica e da história do programa de mortes enganosas de personagens, levando a debates sobre o valor do choque e as escolhas de narrativa.


Os fãs muitas vezes enfrentam o fim inesperado de um personagem-chave em um programa de TV duradouro. Mas quando essa morte é representada graficamente, pode ser motivo de pesadelos. Um momento inesquecível foi a morte comovente de Glenn na 7ª temporada de Mortos-vivos.

A série, que exibiu seu episódio final no ano passado, testemunhou inúmeros personagens que encontraram destinos sombrios ao longo de suas 11 temporadas. No entanto, Steven YeunA representação de Glenn e sua trágica morte permanece gravada na memória dos fãs como um de seus capítulos mais sombrios.

Recentemente, o fascínio mórbido em torno desta morte em particular ganhou uma nova perspectiva. Em vídeo divulgado no Médico pronto-socorro Canal do YouTube, o médico do pronto-socorro Dr. Jordan Wagner usou lentes analíticas para a horrível cena da morte de Glenn, avaliando a precisão médica da cena e as implicações do traumatismo cranioencefálico infligido.

Com um olhar perspicaz, o Dr. Wagner detalha os momentos em que Negan, retratado de forma assustadora por Jeffrey Dean Morgan, aponta seu bastão para Glenn. Ele comenta,

“Grande martelo, pedaço de madeira, esmagando o crânio de alguém. Isso poderia realmente acontecer com trauma e força contundentes contínuos suficientes? Sim.”

À medida que a cena se desenrola com o olho de Glenn esbugalhado devido ao impacto, Wagner continua: “É impressionante que realmente vejamos o globo ocular projetando-se para fora… Cuide do indivíduo, das vias aéreas, da respiração, da circulação, você provavelmente precisará usar um ventilador… ”Abordando a visão alarmante do olho ferido de Glenn, ele lança luz sobre uma condição chamada hematoma retrobulbar – uma bolsa cheia de sangue que pode se formar atrás do olho, levando ao seu deslocamento.

RELACIONADO: O criador de The Walking Dead revela o destino original de Glenn antes de conhecer Negan e aquele taco de beisebol destruidor de cérebros


The Walking Dead Realities: a morte de Glenn através de lentes médicas e narrativas

Walking Dead Shot Cenas de morte para todas as possíveis vítimas de Negan

Do ponto de vista médico, o risco mais alarmante em incidentes traumáticos muitas vezes diz respeito a danos cerebrais. Dr. Wagner aborda a possibilidade de danos à área de Broca, uma seção do cérebro responsável pela fala, que poderia potencialmente deixar o indivíduo sem fala. Ele ainda pinta um quadro vívido da terrível realidade enfrentada nos pronto-socorros, mencionando: “Quando você realmente tem apenas matéria cerebral, na verdade é apenas branco acinzentado”.

A análise aprofundada do Dr. Wagner ressalta as facetas médicas da morte de Glenn, mas não pode silenciar a agitação emocional que os espectadores experimentam. Mortos-vivos viu uma série de perdas de personagens antes mesmo de chegar à sétima temporada. No entanto, a morte de Glenn atingiu um ponto sensível de uma forma que nenhum outro fez. Robusto desde o início do programa, a evolução de Glenn de um jovem ingênuo a um defensor competente no mundo pós-apocalíptico foi admirável. Seu fim prematuro, especialmente sua natureza visceral, foi um contraste chocante com o coração e o heroísmo do personagem.

Talvez tenha sido esse ponto culminante do arco do personagem, a rapidez de sua morte logo após a de Abraham e o detalhe quase voyeurístico de sua morte que gerou controvérsias. Muitos opinaram que o programa havia ultrapassado os limites, inclinando-se fortemente para o valor do choque, um sentimento exacerbado pela enganosa “morte” de Glenn na 6ª temporada.

Mortos-vivos deixa um grande legado, com seu inegável poder de emocionar profundamente seu público. A narrativa da morte de Glenn mostra a estranha semelhança dos contos de ficção com a nossa percepção da realidade.