ANTENA DO POP - O melhor dos mundos pop, geek e nerd!
Shadow

José Delbo, artista clássico da Mulher Maravilha e dos Transformers, falece aos 90 anos

José Delbo, um artista de quadrinhos cuja carreira durou sete décadas, mais conhecido por sua longa carreira Mulher Maravilha e sua aclamada passagem Os transformadores no final da década de 1980, faleceu aos 90 anos.


Nascido na Argentina, Delbo começou sua carreira como quadrinista profissional quando tinha apenas 16 anos, desenhando o quadrinho de faroeste argentino Pancho Negro. Em 1963, devido à instabilidade política na Argentina, Delbo mudou-se para o Brasil e, dois anos depois, mudou-se para os Estados Unidos. Seu trabalho como artista de quadrinhos de faroeste na Argentina o levou a trabalhar em faroestes para a Charlton Comics nos Estados Unidos, principalmente em uma longa temporada em Billy the Kid.

A capa de Billy the Kid #58

Foi seu trabalho no faroeste que lhe rendeu seu primeiro trabalho trabalhando para a Dell Comics, já que ele foi contratado para desenhar a adaptação em quadrinhos da série de TV da Dell, O Grande Valeem 1967. Seu trabalho nessa série o levou a trabalhar em uma série de outros quadrinhos de adaptação para TV da Dell, com Delbo desenhando histórias em quadrinhos baseadas em Heróis de Hogan, Os Macacos, Gentil Ben, O Esquadrão Mod, O grupo Brady, Babá e o Professor, Os jovens rebeldes e os jovens advogados.

No início da década de 1970, com sua temporada de Billy the Kid chegando ao fim, Delbo começou a trabalhar para a DC, incluindo algumas edições de Amigo do Superman, Jimmy Olsen, seguindo a atuação icônica de Jack Kirby nessa série. Delbo então se tornou o artista regular em Mulher Maravilha no final de 1975, continuando a desenhar o livro até o início da década de 1980.

A capa da Mulher Maravilha #253

Durante esse período, Delbo também desenhou uma série de outros recursos para DC em antologias, como Família Super-Homem, Família Batman e Os melhores quadrinhos do mundo. Resumidamente, Delbo se tornou o artista regular do filme principal de Superman/Batman em Os melhores quadrinhos do mundo antes de deixar DC depois de 1985.

Delbo mudou-se para a Marvel, onde começou a trabalhar nos quadrinhos licenciados da Marvel. Primeiro, ele desenhou o Thundercats série, mas então ele passou para uma aclamada corrida em Transformadores no final da década de 1980…

A capa de Transformers #43

Em 1990, Delbo e seu Transformadores colaborador, Simon Furman, co-criou a série de quadrinhos, Força Bruta, para a Marvel, que pretendia ser uma possível linha de brinquedos, mas nenhuma empresa de brinquedos comprou a ideia. Delbo desenhou Capitão Planeta e NFL SuperPro para a Marvel na década de 1990 também.

Depois que sua carreira desacelerou um pouco na década de 1990, ele lecionou na The Kubert School de Joe Kubert por anos antes de se mudar para a Flórida por volta de 2005, onde continuou a dar aulas de quadrinhos para jovens artistas.

Nos últimos anos, Delbo atraiu muita atenção por ser um dos primeiros artistas de quadrinhos a entrar no mundo dos NFTs, ganhando milhões desenhando arte de quadrinhos para uma série de peças digitais colecionáveis.

A CBR oferece nossas condolências à família e amigos de Delbo.