ANTENA DO POP - O melhor dos mundos pop, geek e nerd!
Shadow

Como construir um caso de uso de CDP

Tealium Como construir uma imagem de cabeçalho de caso de uso de CDP 1920x1080 800x450

No cenário em constante evolução do marketing, o uso dos dados do cliente tornou-se mais crítico do que nunca. As plataformas de dados do cliente (CDPs) têm surgiu como uma virada de jogo, permitindo que as empresas aproveitem todo o potencial dos dados de seus clientes. Com os CDPs, as organizações podem desbloquear uma ampla variedade de casos de uso, cada um atendendo a necessidades comerciais específicas. Este artigo aborda um caso de uso do CDP, seus benefícios e como implementá-los de forma eficaz para obter o máximo impacto.

Rastejar, caminhar, correr: a abordagem iterativa para um caso de uso de CDP

Antes de nos aprofundarmos em um caso de uso específico do CDP, é essencial enfatizar a importância da abordagem iterativa. Freqüentemente, as organizações tendem a ficar sobrecarregadas com as possibilidades de um CDP e buscam soluções complexas desde o início. Em vez disso, adotar uma abordagem de “gatinhar, andar, correr” pode ser altamente benéfico.

Para começar, comece aos poucos – talvez abordando um caso de uso simples e gradualmente desenvolva-o. Dessa forma, você pode entender como o CDP se integra aos seus sistemas existentes e aprender a aproveitar todo o seu potencial progressivamente.

Como você pode usar a abordagem “rastejar, andar, correr”?

O abandono do carrinho é um caso de uso comum do CDP. Aqui está um exemplo usando o iterativo “Rastejar, caminhar, correr” abordagem.

  1. Arrastar: Identifique os clientes que abandonam seus carrinhos e rastreie esses dados. Meça a taxa de abandono do carrinho e seu impacto na receita. Comece a enviar lembretes básicos por e-mail para incentivar os clientes a concluir suas compras. Para ativar esses dados, conecte seu CDP à sua ferramenta de email marketing e ao público que deseja abandonar o carrinho.
  2. Andar: À medida que você ganha experiência, é hora de se aprofundar nos dados. Analise os eventos da jornada do cliente que levam ao abandono do carrinho. Segmente seu público com base em atributos como valor do carrinho, categorias de produtos ou histórico de compras. Crie conteúdo de e-mail personalizado para diferentes segmentos. Você também pode incorporar notificações por SMS ou aplicativos para alcançar os clientes por meio de vários canais. Utilize conectores para automatizar esses processos.
  3. Correr: Agora, leve a prevenção ao abandono do carrinho para o próximo nível. Implemente personalização dinâmica no local para pessoas que abandonaram o carrinho. Use dados de retorno para identificar e envolver clientes que abandonaram carrinhos anteriormente. Aproveite campanhas de retargeting em plataformas de mídia social para reconquistar quem abandonou o carrinho. Avalie e refine continuamente suas estratégias para obter resultados ideais usando testes A/B e análise de dados.

O que é um caso de uso em um CDP?

Um caso de uso em um CDP possui oito pilares principais. Veja como eles podem agregar valor ao seu negócio.

1. Medição

Definir objetivos mensuráveis ​​e indicadores-chave de desempenho (KPIs) é crucial ao desenvolver um caso de uso de CDP. Por exemplo, num caso de uso de abandono de carrinho, a medição poderia envolver o acompanhamento da taxa de abandono, o número de carrinhos recuperados e o aumento na receita.

2. Valor comercial

Para determinar o valor do negócio, você precisa identificar o impacto direto que o caso de uso terá na sua organização. No contexto do abandono do carrinho, o valor do negócio é evidente na forma de aumento de receitas através da recuperação de vendas e melhoria da retenção de clientes.

3. Ativação

A ativação refere-se à ação que você realiza com base nos dados e insights fornecidos pelo CDP. Em um caso de uso de abandono de carrinho, a ativação envolve o envio de lembretes ou ofertas personalizadas aos clientes que abandonaram seus carrinhos. As estratégias de ativação devem ser bem definidas e concebidas para atingir os objetivos definidos na fase de medição.

4. Conectores

Conectores são as pontes que ligam seu CDP a outras ferramentas e plataformas. No caso de abandono de carrinho, você precisaria de conectores para integrar seu CDP com sua plataforma de email marketing, SMS ou ferramentas de notificação de aplicativo e, potencialmente, sua plataforma de comércio eletrônico para rastrear e recuperar carrinhos abandonados de forma eficaz.

5. Públicos

Compreender o seu público-alvo é crucial. No contexto de abandono de carrinho, o público seriam aqueles clientes que abandonaram seus carrinhos de compras. Esses públicos podem ser ainda mais segmentados com base em atributos e comportamentos para adaptar mensagens e ofertas de forma eficaz.

6. Atributos

Atributos são as características ou pontos de dados que definem seus segmentos de público. No caso de uso de abandono de carrinho, os atributos podem incluir o valor do carrinho abandonado, categorias de produtos no carrinho, histórico de compras e muito mais. Esses atributos ajudam você a personalizar suas mensagens e ofertas.

7. Eventos da jornada do cliente

Os eventos da jornada do cliente são ações ou interações específicas que os clientes realizam ao longo do caminho até a compra. No abandono do carrinho, o evento principal é o abandono do carrinho. Compreender os eventos da jornada do cliente permite identificar quando e por que os clientes em potencial desistem.

8. Fontes de dados

As fontes de dados são os locais onde os dados relevantes são coletados. As fontes de dados no caso de uso de abandono de carrinho incluem seu site, plataforma de comércio eletrônico, sistema de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) e CDP. Os dados dessas fontes são usados ​​para rastrear o comportamento do cliente, coletar dados de abandono de carrinho e acionar processos de ativação. É importante sublinhar a necessidade de qualidade e consistência dos dados provenientes destas fontes para garantir resultados precisos.

Ao considerar esses elementos, você cria uma estrutura abrangente para construir um caso de uso de CDP que seja bem definido, mensurável e alinhado aos seus objetivos de negócios.

Veja como tudo se junta em uma estrutura.

Caso de uso de abandono de carrinho Tealium 628x600

Exemplos de casos de uso associados a definições

Para examinar mais detalhadamente os casos de uso, consulte o gráfico abaixo com definições específicas de exemplo.

Matriz de casos de uso Tealium 782x600

Concluindo, construir um caso de uso de CDP envolve um planejamento cuidadoso. É importante focar em objetivos mensuráveis, impacto nos negócios, estratégias de ativação direcionadas, integração de dados por meio de conectores, segmentos de público bem definidos, atributos relevantes, eventos da jornada do cliente e fontes de dados que alimentam todo o processo. Quando executados de forma eficaz, os casos de uso do CDP podem melhorar significativamente seus esforços de marketing, o envolvimento do cliente e os resultados gerais do negócio.

Incorporar esses casos de uso de CDP em sua estratégia de marketing pode melhorar substancialmente o envolvimento, a retenção e a receita do cliente. Lembre-se de que é essencial começar com implementações simples e progredir gradualmente em direção a estratégias mais complexas. Essa abordagem garante uma transição mais tranquila para o mundo dos CDPs, permitindo que sua organização aproveite totalmente o poder dos dados dos clientes. Então, dê o primeiro passo e comece a colher os benefícios dos CDPs hoje mesmo. Para obter mais recursos, explore esta postagem do blog, 5 casos de uso inteligentes de CDP que você deseja implementar.